Media

‹ VOLTAR

Projeto europeu "BigDataOcean" torna-se num dos maiores repositórios de dados marítimos

 

São cerca de 150 TB de dados relacionados com o meio marítimo que a plataforma de "Big Data" agrega, desde o seu arranque, em janeiro de 2017, e que o R&D Nester deu a conhecer num workshop em Sacavém sobre o projeto Europeu "BigDataOcean".

Este projeto, integrado no Programa Europeu de financiamento de Investigação, Desenvolvimento e Inovação "Horizonte 2020" (H2020), tem vindo a ser desenvolvido por um consórcio Europeu multidisplicinar, do qual o R&D Nester faz parte, contando com o apoio de parceiros gregos, ingleses, alemães, italianos e portugueses, para além do apoio extra consórcio da ENONDAS.
Nuno Amaro, investigador do R&D Nester, em conjunto com Rui Lopes, da UNINOVA, parceiro do Centro de I&D da REN e da State Grid, apresentaram os principais resultados deste projeto assim como da plataforma de BigDataOcean, que se tornou, ao longo de dois anos e meio, num dos maiores repositórios de dados marítimos, sendo expectável, segundo o Investigador do R&D Nester, "que a quantidade e variedade de dados continue a crescer agora que a plataforma está aberta a todos os utilizadores". 

Com uma demonstração da plataforma, Nuno Amaro deu a conhecer de uma forma genérica os dados atualmente existentes e as potencialidades da mesma e de todos os quatro serviços, com maior detalhe no serviço de avaliação do potencial de energia das ondas. Conforme referido na apresentação, a plataforma, que está a ser desenvolvida maioritariamente por três dos parceiros do consórcio (Universidade Técnica de Atenas (Coordenador), Ubitech (software house) e Universidade de Bona), tem atualmente armazenados dados oceanográficos / meteorológicos (ex: ondas, vento, biologia), dados AIS (georreferenciação e navegação de navios), dados operacionais de navios, e outros dados georreferenciados (ex: áreas protegidas, localização e características de portos, entre outros). 

 

Tendo como foco principal o caso de estudo relacionado com a avaliação do potencial da energia das ondas, atividade desenvolvida pelo R&D Nester com o apoio da ENONDAS ao longo do projeto, foram ainda dados a conhecer os principais objetivos do projeto: a avaliação do potencial energético do recurso, em localizações ou áreas escolhidas pelo utilizador e a avaliação do potencial de conversão para energia elétrica considerando tecnologias de conversão de energia das ondas. Os serviços são construídos através da correlação de dados relacionados com as características das ondas, de várias fontes (modelos numéricos, boias, satélite) e permitem aos utilizadores da plataforma uma redução do tempo necessário para efetuar este tipo de estudos, garantindo a fiabilidade dos resultados obtidos.

O workshop foi aberto ao público e contou com a presença de representantes de diversas entidades externas como a Direção Geral de Politica do Mar (DGPM), ISQ, LNEG, e diversos centros de investigação relacionados com energias offshore, entre outras.

 

Ver todas as newsletters